sexta-feira, 21 de maio de 2021

Hospital de Patos colapsa e não tem vagas nesta sexta-feira para pacientes com Covid


O Complexo Hospitalar Regional de Patos Deputado Janduhy Carneiro em Patos colapsou nesta sexta-feira (21) com ocupação máxima dos leitos de enfermaria e UTI Covid-19.

Os pacientes que precisam de leitos de enfermaria, por sua vez, estavam sendo levados para o Hospital Infantil Noaldo Leite, mas amanheceu também com capacidade máxima.

A informação foi confirmada pela diretora técnica Janduhy Carneiro, Jaqueline de Andrade e Séfora Cândida Meira, chefe de Enfermagem do regional em participação no Jornal Notícias da Manhã, na Rádio Espinharas FM nesta manhã.

De acordo com Séfora, esse boletim é diário e por turno. Significa que podem surgir vagas até nas próximas horas, mas não pode ser dada como certeza. “Isso depende diretamente das altas médicas”, ressaltou ela.


De acordo com o levantamento diário na manhã desta sexta-feira (21), 32 leitos de UTI Covid estão ocupados neste momento. Já dos 35 leitos de enfermaria, também destinados a pacientes com Covid-19, estão todos ocupados.

UTI: 00 VAGAS

ENFERMARIA MASCULINA CHRDJC: 00 VAGAS

ENFERMARIA FEMININA CHRDJC: 00 VAGAS

ENFERMARIA NOALDO LEITE: 00 VAGAS

Att, Luis Alves – NIR/CHRDJC

Por causa da ocupação total de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Patos, pacientes estão sendo remanejados para o Hospital Regional de Cajazeiras e para o Hospital de Clínicas de Campina Grande.

Segundo a SES, a Rede Estadual de hospitais tem a função de remanejar os pacientes de uma macrorregião para outra, caso haja a lotação, como acontece no Sertão da Paraíba, que corresponde a 3ª Macrorregião de Saúde.


Um levantamento divulgado na terça-feira (18), pelo Conselho Regional de Medicina (CRM-PB) mostrava que todos os hospitais de referência no combate à Covid-19, no Sertão da Paraíba, estavam com os leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) ocupados.

Ainda conforme o CRM, um colapso no sistema de saúde da região é apontado, apesar do incremento do número de leitos de UTI entre os meses de março e maio, passando de 61 para 75. De acordo com o CRM, os hospitais de Cajazeiras, Patos, Pombal e Piancó estão sobrecarregados.

O secretário da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Geraldo Medeiros, também confirmou a informação. Já secretário Secretário Executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde, Daniel Beltrami, visita hoje a cidade de Patos para acompanhar de perto a situação.

Séfora disse ainda que infelizmente hoje não tem mais como haver ampliação de leitos, seja por falta de estrutura física que é muito antiga, seja por falta de profissionais necessários para atender nesses leitos.

Vicente Conserva – Portal 40 Graus

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only