quarta-feira, 28 de abril de 2021

Mais de 75 mil pessoas já receberam a vacina contra gripe na Paraíba; Primeira fase da campanha vai até 5 de maio


A primeira fase da Campanha de Vacinação contra a Influenza na Paraíba já vacinou 60.711 crianças, o que equivale a 19,4% de cobertura vacinal, 11.111 trabalhadores de saúde (10%), 1.352 puérperas (19%) e 2.124 indígenas que vivem em áreas demarcadas (13,5%), um total de 75.298 pessoas. Essa etapa que tem esses grupos como prioritários vai até o dia 05 de maio. Depois será a vez de outros grupos, como idosos dos 60 anos e professores. A segunda etapa, acontece de 11 de maio a 5 de junho.

De acordo com informações obtidas pelo ClickPB, a Campanha de Vacinação contra Influeza começou no dia 11 de abril e, até o momento, o grupo das gestantes foi o que mais se vacinou na Paraíba. Dados do Programa Nacional de Imunização (PNI) mostram que a cobertura deste grupo prioritário é de 20,6%, ou seja, 8.929 mulheres já foram imunizadas contra gripe.

Segundo o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, a meta da campanha é vacinar 1.507.993 paraibanos. Até o momento, o estado tem o total de 84.357 doses aplicadas. Ele reforça a importância dos grupos prioritários tomarem a vacina pelo fato de que a gripe também pode se agravar. Manter a cobertura vacinal acima da meta de 90% pode diminuir o número de internações e evitar óbitos.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB) orienta a população que está entre os grupos prioritários para tomar vacina contra Covid-19 e também a da gripe respeitando o intervalo de 14 dias de um tipo de vacina para outra.

Sobre a diferença dos sintomas entre a gripe comum, o resfriado e a Covid, Geraldo Medeiros afirma que, inicialmente, as pessoas manifestam sintomas muito parecidos, mas destacou que um médico experiente tem maior probabilidade de identificar o diagnóstico correto.

Em sua avaliação, a influenza se caracteriza com uma história clínica de febre, moleza, falta de apetite, coriza. "Com relação à covid, se acrescentam a essas queixas da gripe comum a perda do olfato e a perda do paladar, além do desconforto respiratório e tosse. Já o resfriado tem um quadro mais atenuado. A diferença entre o resfriado e a gripe é que nós temos um quadro de febrícula, que permanece no máximo 48 horas, que é a febre baixa, e o doente mantém suas atividades habituais com sintomas leves”, explica.

Emmanuela Leite- Click PB

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only