segunda-feira, 26 de abril de 2021

Delegado confirma que irmão de vereador de Patos é o principal suspeito de assalto a carga de celulares de loja de Teixeira


O delegado Dr. Elcenho Engel, da Delegacia de Polícia Civil, confirmou que o irmão de um vereador da cidade de Patos está sendo investigado como o principal suspeito do assalto ocorrido no dia 08 de março de 2.021, que ocorreu no Bairro Belo Horizonte, também em Patos.

No referido assalto, foram levados 39 celulares da marca Xiaomi, avaliados em aproximadamente 50 Mil Reais. Os celulares pertencem a uma loja da cidade de Teixeira, região metropolitana de Patos, e estavam de posse de um trabalhador que iria realizar o transporte dos aparelhos até a loja para serem comercializados.

Nas informações que foram repassadas à polícia, a vítima disse que estava estacionado nas proximidades do Hospital Regional de Patos quando foi surpreendida pelos assaltantes que estavam em um veículo Fiat, modelo Stilo, e anunciaram o assalto de arma em punho. O motorista foi obrigado a seguir o carro até as imediações do antigo Posto O Carreteiro, saída para Malta, acesso pela BR 230.

Em desespero com o assalto que abalou o pequeno comércio, a esposa do proprietário da loja em Teixeira fez um apelo emocionado em vídeo para que os cidadãos ajudassem na elucidação do crime. No mesmo dia do fato, o vídeo repercutiu bastante, mas não haviam se chegado informações desde então. Os celulares seguem desaparecidos.

Dr. Elcenho Engel disse que desde então a Polícia Civil abriu os procedimentos de investigação e conseguiram a identificação do carro usado no assalto. Foi conseguido junto ao poder judiciário o mandado de busca e apreensão do veículo que estava, no momento, em Campina Grande. A Polícia Civil fez a apreensão e no momento o irmão do vereador estava no veículo e está como suposto integrante do bando.

O fato da apreensão do veículo aconteceu no dia 15 de abril. O delegado Dr. Elcenho Engel relatou que o caso continua em investigação para se apurar minuciosamente os detalhes. O delegado não revelou o nome do vereador patoense e nem do irmão que está sendo investigado.

Jozivan Antero – Patos Online

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only