quarta-feira, 3 de março de 2021

Vereadora Nilda Lira estava em seu segundo mandato. Confira trajetória política


A vereadora Iranilda Lira Martins, de 47 anos, que morreu de Covid-19, na tarde desta quarta-feira, 03 de Março, no Complexo Hospitalar Regional Patoense, estava em seu segundo mandato como vereadora em Teixeira. Eleita pela primeira vez em 2016, Nilda Lira fez um trabalho sólido que lhe garantiu reeleição em 2020.

Em 2016, Nilda Lira era do PSL e obteve 346 votos, ou seja 3,76% nas eleições. Fez seu primeiro mandato na base aliada ao Prefeito na época, Edmilson Alves dos Reis, conhecido como Nego de Guri. Em uma rede social o ex-gestor lamentou a morte da parlamentar.

Porém, as coisas ao longo do tempo mudaram e nas eleições de 2020, Nilda Lira não esteve mais junto ao grupo de situação e integrou o de terceira via, sendo a única eleita pelo Avante à retornar a Câmara Municipal. Ela obteve 209 votos, ou seja 2,26% dos votos válidos.

Durante as Sessões ordinárias da Casa Inês Cordeiro de Araújo, Iranilda Lira Martins, sempre se demonstrou parceira de todos e aberta ao diálogo. Costumeiramente defendia as mulheres em seus discursos e seu jeito conquistou a todos. Até então, Nilda estava apoiando as decisões do atual Prefeito Wenceslau Marques, e inclusive foi ela que decidiu muitas discussões na casa legislativa por formar maioria para aprovação de projetos.

A Presidência da Casa Legislativa emitiu nota de pesar pela morte.

A nota diz: "Nilda era uma mulher séria, honesta, simples e humilde, que ficará marcada por uma história de luta em favor dos teixeirenses, com seu jeito calmo ela conquistava todos ao seu redor, tratava as pessoas com respeito e carinho. Teixeira perde, além de uma grande política, uma grande mulher, GUERREIRA, Nilda nunca será esquecida, seu legado ficará marcado para sempre. Hoje Nilda Lira saiu da vida para entrar na história do nosso Município".

Teixeira em Foco- teixeiraemfoco1@gmail.com

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only